Notícias

NOTÍCIAS

Importância da qualidade do milho para produção de alimentos

09/06/2015

Importância da qualidade do milho para produção de alimentos

A qualidade dos grãos é essencial para a produção de bons alimentos, como carne, ovos, óleo, dentre outros, pois o milho é o principal componente da ração de diversos animais, sendo o item de maior gasto das empresas. “A nutrição corresponde por 32% do custo da produção de carne, por isso a qualidade do produto é essencial”, afirma a zootecnista Franciele Clenice Navarini Giacobbo. Ela defende que o produtor deveria ser remunerado pela qualidade do milho, pois o produto adequado pode trazer muita economia na produção da ração. Há um grande mito sobre o uso de hormônio nos frangos, mas a especialista explica que o grande diferencial do frango atual está na genética, pois o animal da década 50 atingia 1,8kg de carne com 70 dias, o frango de hoje atinge 2,9 kg em 45 dias. “Não usamos hormônio e isso fica bem explícito no experimento que fizemos. Pegamos frangos com o perfil genético de 2001, parte deles consumiu uma ração de 2001 e atingiu 4,8 kg em 70 dias, a outra parte consumiu a ração usada em 1957 e atingiu 3,8 kg nos mesmos 70 dias. Num outro grupo, pegamos frangos com perfil genético de 1957, novamente, um grupo consumiu ração de 2001 e atingiu 1,2 kg em 70 dias e o outro consumiu a ração de 1957 e atingiu 1,1 kg. Podemos concluir que a ração teve um pequeno diferencial no peso, bem diferente da questão genética”, explicou. O milho corresponde por 85% da ração, os demais 15% são formados por fontes de proteínas, vitaminas, minerais, aminoácidos, etc. Em questões calóricas, o milho corresponde por 66% da ração das aves e por 71% da ração dos suínos. O grão do milho é formado por 62% de amido, 15% de umidade, 9,5% de fibra, 9,5% de proteína e 4% de gordura. Grandes alterações nestes percentuais afetam diretamente a ração dos animais, explica a zootecnista. “Para os humanos essas alterações são quase imperceptíveis, já para os animais afetam bastante o desenvolvimento”, diz Franciele. “A capacidade de preservação da qualidade, da sanidade e do valor nutritivo dos grãos, não depende só das condições de produção e de colheita, mas das de armazenamento e de manutenção das condições adequadas de estocagem do produto”, destacada a especialista. Na verdade, o maior cliente dos grãos são os animais, pois 83% da produção vai para a nutrição animal e por isso a importância da transgenia para a obtenção de genótipos de milho de melhor qualidade. Esses grãos devem ser resistentes a insetos, ao glifosato, ter maior teor de fósforo disponível e alto teor de óleo e lisina. O desafio na produção de dietas animais continua sendo a qualidade das matérias-primas. Quem a monitora, pode formular com valores mais próximos das reais exigências dos animais. Fonte (texto e foto): http://ruralcentro.uol.com.br/

Outras Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso Rápido

INFORMAÇÕES

RODOVIA ANHANGÜERA 313KM - CAIXA POSTAL 336

RIBEIRÃO PRETO - SP - BRASIL - CEP 14001-970

55 16 3969-1159

MARANGATU@MARANGATU.COM.BR

Rodapé