Notícias

NOTÍCIAS

Indicador do boi gordo do Cepea é referência para negócios há duas décadas

31/03/2014

Indicador do boi gordo do Cepea é referência para negócios há duas décadas

O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) comemora 20 anos do indicador do boi gordo. O índice, realizado pela instituição, serve como base para as negociações no mercado e se aproxima da marca das 5 mil divulgações ininterruptas. Referência de preço da arroba do boi para todos os elos do setor pecuário brasileiro, o indicador representa a média dos negócios efetuados no mercado físico paulista no mesmo dia da divulgação. Trata-se ainda de um exemplo de parceria bem-sucedida entre universidade, setor privado e sociedade em geral. Para celebrar a data, o Cepea realizou nessa quarta, dia 26, uma cerimônia na sede do Centro, em Piracicaba, interior de São Paulo. Diversos funcionários que colaboraram com o instituto, ao longo dos anos, foram homenageados, como o pecuarista de Mato Grosso Odércio de Paula Ribeiro, que participa como consultor da instituição há quase duas décadas. – O Cepea me liga todos os dias, de segunda a sexta, para falar sobre o mercado do boi de Mato Grosso. São cerca de 18 anos de contato – afirma Ribeiro. Criado há 20 anos, o índice tem o objetivo de envolver pesquisadores com operadores de diferentes áreas do mercado físico e com técnicos da bolsa de mercadorias e futuros, a BM&F Bovespa. O indicador é reconhecido no Brasil e no Mundo e auxilia no fechamento dos negócios de forma transparente, com o auxílio de pecuaristas de todo o brasil. – É um conjunto de coletas junto a produtores, indústria e comerciantes, que representa uma síntese do negócio para o mercado no momento. Então, fazer indicador significa coleta de informação em um número de informação suficiente pra receber um tratamento estatístico. Calcular uma média, ter os diversos padrões e deixar informações que ajudem o mercado – explica o responsável pelo indicador do Cepea, Sérgio de Zen. Ao longo dos anos, o indicador ganhou espaço no mercado e hoje é referência para os pecuaristas. Cerca de 120 profissionais e 5 mil colaboradores fazem levantamentos de informações para o agronegócio brasileiro. – Eu acho que é uma referência de mercado. Então, o mercado acompanha o indicador. Muitas das pessoas que estavam aqui não acreditavam que, em um primeiro momento, podia reproduzir o mercado. O dia a dia veio a provar que o mercado é possível de ser reproduzido e isso deu credibilidade e previsibilidade ao indicador e, dessa forma, conseguimos oferecer ao mercado uma referência. É uma via de mão dupla. Tanto damos como recebemos informação da mesma qualidade e intensidade – destaca Zen. Fonte: pecuaria.ruralbr.com.br Foto: Raquel Heidrich/Agencia RBS

Outras Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso Rápido

INFORMAÇÕES

RODOVIA ANHANGÜERA 313KM - CAIXA POSTAL 336

RIBEIRÃO PRETO - SP - BRASIL - CEP 14001-970

55 16 3969-1159

MARANGATU@MARANGATU.COM.BR

Rodapé