Notícias

NOTÍCIAS

São Paulo lidera a exportação de carne bovina in natura

12/02/2014

São Paulo lidera a exportação de carne bovina in natura

Estado é o que mais exporta apesar da retração de 15,6% nos últimos cinco anos. As exportações de carne bovina in natura foram de 1,18 milhão de toneladas em 2013, aumento de 25,3%, na comparação com 2012, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). São Paulo participou com 27,1% desse volume, o equivalente a 321,1 mil toneladas. O desempenho representa um aumento de 21,1%, em relação ao resultado do ano anterior, quando a exportação foi de 265,3 mil toneladas. É o Estado que mais exporta, apesar da retração de 15,6% desde 2008. Na segunda colocação em 2013 ficou Mato Grosso, com 227,3 mil toneladas e crescimento de 31,2%, frente a 2012. Desde 2008 a exportação cresceu 41,8% em volume. Foi o maior aumento absoluto no intervalo. Em 2008, São Paulo participou com 37,2% da quantidade de carne bovina embarcada, enquanto Mato Grosso respondeu por 15,7% do total. Desde então, São Paulo perdeu 10,1 pontos percentuais e o detentor do maior rebanho nacional ganhou 3,5 pontos. Goiás, Mato Grosso do Sul e Rondônia completam o grupo dos cinco maiores exportadores. O conjunto embarcou 83,0% da carne bovina in natura em 2013. O Estado de Mato Grosso do Sul registrou o segundo maior incremento absoluto nos embarques entre 2008 e 2013, com um volume de 46,4 mil toneladas. A maior quantidade de fêmeas abatidas nos últimos anos pode ter sido um dos fatores que colaboram para o aumento dos embarques do Estado. Como possui boa parte do rebanho destinado à cria e ciclo completo, o efetivo de fêmeas é grande. Carne industrializada: A primeira posição também fica com São Paulo quando se trata de carne industrializada. A expressividade é ainda maior que para a carne in natura. De cada 100 quilos de carne industrializada exportada, 65,4 saíram do Estado. Foram 65,7 mil toneladas, das 100,5 mil embarcadas no último ano. Em faturamento, a participação foi de 70,5%. Na segunda colocação aparece o Rio Grande do Sul, com 32,3% do volume e 23,4% do faturamento. Os dois estados compõem 97,7% da quantidade e 94,0% do faturamento. Fonte: www.ruralbr.com.br Foto: Gilmar de Souza

Outras Notícias

OUTRAS NOTÍCIAS

Acesso Rápido

INFORMAÇÕES

RODOVIA ANHANGÜERA 313KM - CAIXA POSTAL 336

RIBEIRÃO PRETO - SP - BRASIL - CEP 14001-970

55 16 3969-1159

MARANGATU@MARANGATU.COM.BR

Rodapé