Marcas

MARCAS

Marangatú

Marangatú

Máxima pureza genética, alta porcentagem de germinação e eficiência comprovada. Qualidade tipo exportação, com VC de até 76% para forrageiras do gênero Brachiaria e VC de 64% para forrageiras do gênero Panicum.

Detalhes
Ybiete

Ybiete

Máxima pureza genética, alta porcentagem de germinação e eficiência comprovada. Padrão mercado brasileiro, com VC de até 50% para forrageiras do gênero Brachiaria e VC de até 40% para forrageiras do gênero Panicum.

Detalhes
Escolha um produto

ESCOLHA UM PRODUTO

Selecione a categoria

Gramíneas

Leguminosas

Panicum maximum Jacq

Panicum maximum Jacq Tanzânia-1 - Ybiete

Detalhes
Panicum maximum Jacq

Panicum maximum Jacq Mombaça - Ybiete

Detalhes
Panicum maximum Jacq

Panicum maximum Jacq Massai - Ybiete

Detalhes
Paspalum atratum Sw.

Paspalum atratum Sw. Pojuca - Ybiete

Detalhes
Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf

Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf MG-5 Vitória= Toledo= Xaraés - Ybiete

Detalhes
Brachiaria ruziziensis R. Germ et Evrard

Brachiaria ruziziensis R. Germ et Evrard Brachiaria ruziziensis - Ybiete

Detalhes
Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf

Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf BRS Piatã - Ybiete

Detalhes
Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf

Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf Marandú - Ybiete

Detalhes
Braquiária humidicola (Rendlle) Schweick

Braquiária humidicola (Rendlle) Schweick Brachiaria Humidicola - Ybiete

Detalhes
Brachiaria humidicola (Rendlle) Schweick

Brachiaria humidicola (Rendlle) Schweick Llanero - Ybiete

Detalhes
Panicum maximum Jacq

Panicum maximum Jacq Aruana IZ-5 - Ybiete

Detalhes
Brachiaria decumbens Stapf

Brachiaria decumbens Stapf Basilisk - Ybiete

Detalhes
BRACHIARIA BRIZANTHA (HOCHST. EX A. RICH) STAPF

Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf

Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf
Características

Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf

Nome Comum:
Braquiaria brizantha


 Nome Científico:
Brachiaria brizantha (Hochst. ex A. Rich) Stapf


Cultivar:

MG-5 Vitória= Toledo= Xaraés




Hábito de Crescimento:
Touceira semi-ereta


SOLO

---------------------------------------
Fertilidade:
Média a Alta

Acidez:
Média

Altitude máxima de plantio (metros acima do nível do mar):
2300m

TOLERÂNCIA
---------------------------------------
Ao Frio:
Média a alta

À seca:
Alta

A solos mal drenados:
Média

PLANTIO
---------------------------------------
Profundidade(cm):
3,0 a 5,0

Densidade(Kg/ha):
10,0 VC 50%

T MS/ha/ano:
18,0

Teor proteína MS(%):
13,0 a 14,0

Digestibilidade (%):
50,0 a 60,0

Utilização:
Feno - Pasto - Silagem

Consorciação:
Todas as Leguminosas

Tempo de formação do pasto desde o plantio:
70-90 dias

Altura das plantas(cm):
45,0 Entrada
25,0 Saída

OBS:
---------------------------------------
Se a Xaraés for manejada muito alta, o gado poderá refugá-la.

Informações gerais

A Xaraés é resistente à seca e tem rápida rebrota. Apresenta baixos níveis populacionais à cigarrinha-das-pastagens e é ideal para intensificação das pastagens. Pode ser cultivada em praticamente todo o país, em regiões com bom regime de chuvas, sem invernos rigorosos.

A capacidade de suporte varia entre 2,5 e 6,0 UA/ha nas águas e entre 1,4 e 2,2 UA/ha na seca, em solos de média fertilidade e bem manejados. Nessas condições a produtividade animal varia entre 600 a 810 kg de peso vivo/hectare/ano. O uso desta pastagem durante o período chuvoso deve ser bastante intensificado, com alta pressão de pastaejo. Por apresentar florescimento tardio, a sua adaptação ao período seco é maior.

Acesso Rápido

INFORMAÇÕES

RODOVIA ANHANGÜERA 313KM - CAIXA POSTAL 336

RIBEIRÃO PRETO - SP - BRASIL - CEP 14001-970

55 16 3969-1159

MARANGATU@MARANGATU.COM.BR

Rodapé